quinta-feira, 7 de setembro de 2017

CHICO BUARQUE


HILDA HILST


MANUEL BANDEIRA


CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE


GARCIA LORCA



WALY SALOMÃO


sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

SYLVIA PLATH



“Tudo na vida pode ser escrito 
se você tiver a coragem de fazê-lo
e a imaginação para improvisar.
O pior inimigo da criatividade é a insegurança.”

ERNEST HEMINGWAY



“Não se sinta desencorajado porque há um monte de trabalho mecânico na escrita. Ah, e você não pode fugir disso. Eu reescrevi ‘Adeus às Armas’ pelo menos cinquenta vezes. Você precisa trabalhar o texto até o final. O primeiro rascunho é sempre uma merda”.

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

FIÓDOR DOSTOÉSVSKY

“ A literatura é uma coisa magnífica, Várenka, uma coisa extraordinária; graças a essa gente, desde o primeiro dia deu para perceber. É algo profundo! 
Serve para fortalecer o coração das pessoas, para instruí- las… 
e para muitas coisas mais que eles escreveram um livro. (…) 

A literatura é um quadro, ou seja, a seu modo é um quadro e um espelho; 
é expressão de paixões, 
crítica sutil, instrução edificante e documento. 
Tudo isso aprendi com essa gente." 

( “Pobre Gente”, p. 93)


quinta-feira, 4 de agosto de 2016

GEORGE STEINER


“Estou enojado com a educação escolar de hoje, que é uma fábrica de incultos e que não respeita a memória.
E que não faz nada para que as crianças aprendam as coisas com a memorização.
O poema que vive em nós, vive conosco, muda conosco e tem a ver com uma função muito mais profunda do que a do cérebro. Representa a sensibilidade, a personalidade. (...)

Vivemos uma grande época de poesia, especialmente entre os jovens. E escute uma coisa: muito lentamente, os meios eletrônicos estão começando a retroceder. O livro tradicional retorna, as pessoas o preferem ao kindle... Preferem pegar um bom livro de poesia em papel, tocá-lo, cheirá-lo, lê-lo. Mas há algo que me preocupa: os jovens já não têm tempo... De ter tempo. Nunca a aceleração quase mecânica das rotinas vitais tem sido tão forte como hoje. E é preciso ter tempo para buscar tempo. E outra coisa: não há que ter medo do silêncio. O medo das crianças ao silêncio me dá medo. Apenas o silêncio nos ensina a encontrar o essencial em nós.”